Porque o Letterboxd não é minha casa, ou ninguém gostou da minha revisão do Boyhood

Eu reclamei de Letterboxd algumas vezes aqui no blog e ainda mais em Twitter. Também incluí um pouco de sarcasmo em minhas opiniões sobre o Letterboxd. Cheguei a pensar em escrever um post mais longo sobre por que não me considero um cinéfilo, usando minhas objeções ao Letterboxd como parte de uma estrutura argumentativa de apoio.

Mas, na verdade, eu já disse a maior parte do que queria dizer sobre o último em um tópico de comentários no site, que vou excluir depois de publicá-lo abaixo.

Essa discussão foi motivada por minha resenha não muito entusiasmada de Richard Linklater's Infância.

Apenas um dos comentaristas ainda está me seguindo (não é o caso de você). Jonathan WhiteNo entanto, quem fez o primeiro comentário elogioso) e se houve mais curtidas do que apenas uma, eu me esqueci.

Ainda não recebo muitas curtidas.

COMENTÁRIOS SOBRE BOYHOOD

Publicado originalmente no Letterboxd em 14 de agosto de 2014.

20 COMENTÁRIOS

Jonathan White

Rick, por que você não copia/cola seus pensamentos perspicazes aqui?

Rick Powell

Bem, como você vê acima, quando a avaliação completa estava aqui, não recebi nenhuma curtida. Pelo menos no WordPress, vejo que as pessoas leem e, às vezes, até curtem a publicação.

Obrigado por seu comentário.

Jonathan White

Rick, talvez você possa publicá-lo aqui e também fornecer um link para seu site do Wordpress. Você foi um dos primeiros a discordar dessa opinião, portanto, a falta de curtidas não é uma surpresa. As curtidas não são importantes, e em opiniões controversas, os comentários vêm com o tempo, o que considero a parte mais agradável da postagem.

Rick Powell

Obrigado pela sugestão, mas discordo que as curtidas não sejam importantes. As curtidas são um incentivo para que você continue contribuindo, principalmente em sites baseados na comunidade. Acho que o Letterboxd me disse de forma decisiva que não se importa se eu contribuo ou não.

Então, eu coloco uma avaliação aqui e, se eu gostar dela ou se ela se encaixar no tema do blog, eu a transfiro para o blog do WordPress. De qualquer forma, não quero conteúdo duplicado por aí. O Letterboxd é uma boa ferramenta de diário para meu uso pessoal, e isso é tudo.

Jonathan White

Rick, vejo que você tem vários seguidores, alguns dos quais são meus amigos. Você lê e curte o material deles (supondo que você realmente goste do material deles)? Não estou falando de curtidas em massa, automáticas, mas de interação real com seus amigos, em que você comenta as avaliações deles. Sou um péssimo avaliador, mas recebo ótimos comentários de amigos porque eles são apenas isso, amigos com quem interajo.

Por que você não quer conteúdo duplicado?

Rick Powell

Eu me esforço muito para gostar apenas do que eu gosto. ? E isso não é muito. Provavelmente não estou tão envolvido quanto poderia porque, em geral, fico desapontado com o que posso aprender ou descobrir com as avaliações das pessoas.

Mas acho que o aspecto social deste site é uma espécie de corrupção, porque a curtição automática é endêmica e tem pouco a ver com o que você pensa sobre a qualidade do texto ou a perspectiva da resenha. E eu não entendo isso de jeito nenhum. (Mas levo filmes e opiniões muito a sério para fazer algo automaticamente. Desisti de encontrar bons textos aqui, mas aprecio a honestidade, o que significa admitir a ignorância às vezes e recusar-se a fazer besteira ou ser intimidado pelo consenso em outras ocasiões e também não ter medo de ser humano e ter e explicar reações humanas.

E foi dessas coisas que gostei em Sua avaliação.

Rick Powell

Não duplico conteúdo por causa das penalidades de pesquisa do Google. Talvez isso seja pretensioso?

Jonathan White

Rick, há muitos comentaristas excelentes e perspicazes aqui. (certamente não sou eu). Procure um pouco mais e tenho certeza de que você ficará satisfeito. Apenas se envolva, você não precisa ser um "like-whore". Basta que você escreva um pequeno comentário sobre a avaliação de alguém. Não precisa ser uma avaliação de "pessoa popular", apenas a avaliação de alguém que você encontrou e com quem deseja interagir.

Se você acha que todos aqui são apenas idiotas, acho que está enganado.

Rick Powell

Talvez você possa indicar algumas ótimas avaliações?

Se eu comentasse tanto quanto estou inclinado a fazê-lo, não faria muitos amigos e, quando faço comentários positivos, as pessoas respondem na metade das vezes... talvez?

Os revisores não precisam ser idiotas, e a maioria não é, para que eu ache o que eles escrevem desinteressante. Não posso evitar isso. Gostaria que a maioria parasse de tentar ser acadêmico ou crítico de cinema profissional e apenas escrevesse uma resposta honesta. Mas a maioria não faz isso.

Obrigado pelo compromisso.

Jonathan White

Rick, trata-se apenas de fazer amigos. Se você escrever coisas interessantes (o que você faz, pelo que li em seu site do Wordpress) e depois encontrar pessoas interessantes aqui (e há zilhões delas) e conversar umas com as outras, essa é a solução.

TajLV

Eu sou uma dessas "adoradoras de curtidas" a que Jonathan se referiu, e "curto" praticamente todas as críticas de filmes que assisti feitas por aqueles que sigo... não porque eu necessariamente concorde com os comentários ou me divirta com a prosa deles, mas porque "gosto" de ver o que eles têm a dizer e quero incentivá-los.

Às vezes, eu "curto" uma avaliação que expressa uma opinião da qual não compartilho (como sua análise de Gone Girl), mas nem sempre (como sua análise de Ela). Depois que eu vir "Infância" na próxima semana, provavelmente gostarei dessa resenha que você postou, mesmo que você esteja me pedindo para verificar o seu link e não esteja fornecendo uma classificação por estrelas como indicador. Não tem problema. Só não leve as "curtidas" para o lado pessoal. Os comentários significam mais, e estou descobrindo que você precisa dar para receber. ?

Rick Powell

Obrigado, TajLV, pelo comentário. Mas é muito mais fácil dizer "não leve as curtidas para o lado pessoal" quando você já tem muitas. Ninguém quer falar no escuro. Se alguém discutisse comigo, o que absolutamente ninguém fez, isso seria diferente e bem-vindo.

Mas, veja, eu já sei muito mais agora do que sabia? por que as pessoas gostam das coisas. Porque isso não é claro para mim. Mas o fato de você poder citar minhas críticas é um pouco encorajador.

E poucos gostaram da minha resenha de ElaMas ainda acho que o filme é tão horrível que nem consigo pensar em como considerá-lo bom. Ele incorpora tudo o que eu odeio no zeitgeist atual.

Não tenho uma classificação por estrelas de Infância porque não sei o que penso sobre ele. Mas acho que o fato de eu não gostar de ter que assisti-lo novamente já diz muita coisa.

Jonathan White

Taj, você não é um Like-Whore, assim como eu não sou. Acredite em mim, eu examinei você antes de segui-lo...

Rick, toda essa história de gostar é muito exagerada. Eu só leio críticas de filmes que já assisti. Depois que assisto a um filme, tento ler todas as críticas das pessoas que sigo. Vou curtir apenas para que elas saibam que eu li a crítica e que agradeço o esforço delas. Se eu realmente achar que a pessoa tem algo interessante a dizer, farei um comentário, mesmo que seja apenas um "boa opinião". Se eu achar que o que você escreveu é realmente interessante, então escreverei mais. Eu gostaria de fazer isso com mais frequência, mas mesmo com meu nível modesto de pessoas que sigo, são necessárias horas por dia, e isso sem contar o fato de você escrever uma crítica.

Portanto, Rick, vá com calma e participe da comunidade. Faça algo como eu faço, e tenho certeza de que você receberá muitas curtidas. Não o suficiente para se tornar uma "pessoa popular", mas o suficiente para que você receba feedback de amigos dizendo que eles gostam do que você escreve.

TajLV

@Jonathan - Você foi examinado, não foi? Eu dei 23.316 curtidas em menos de um ano aqui. Eu insisto em ser reconhecido como uma "prostituta de curtidas".

@Rick - Eu também ainda sinto que estou descobrindo meu caminho aqui, mas quanto mais tempo participo, mais gosto. É uma comunidade bastante acolhedora e muito internacional. Continue trabalhando e compartilhando. Quando chegar a cerca de 400 seguidores, você receberá curtidas consistentes em tudo o que escrever.

Ken Rudolph

Gosto de ser "apreciado", isso é humano. Mas receio que não esteja fazendo a minha parte para "gostar" da maioria das resenhas... simplesmente porque levo a palavra a sério. Dificilmente vou gostar de uma crítica da qual discordo, embora, se ela for bem escrita e convincente, eu possa abrir uma exceção. Na verdade, nunca pensei que o ato de "gostar" deveria ser usado para incentivar os autores de resenhas a participar. Achei essa meta-discussão especialmente interessante (e uma discussão como essa é muito rara no Letterboxd.) E, embora às vezes eu discorde diametralmente da opinião do Sr. Powell (sobre esse filme e ElaPor exemplo), e não posso dizer honestamente que "gosto", gostaria que houvesse uma opção para dizer "concordo" ou "discordo", o que parece muito mais útil do que "gosto".

Rick Powell

Olá, Ken. O Letterboxd não me disse que você comentou... mas eu ficaria feliz em discutir com você sobre Ela e Infância.

Com certeza, o que mais me decepciona no Letterboxd é a falta de discussão. Há muitas bajulações, que se aproximam de um trabalho manual, e muita postura bajuladora, e mesmo que muitas pessoas finjam ser acadêmicas ou profissionais, os comentários são vazios de insights, em geral. Se eu soubesse que o site era tão social, da maneira insípida como o Facebook é, provavelmente não teria entrado e teria permanecido nele Criticadorque, de qualquer forma, é um mecanismo de recomendação muito melhor e, por acaso, é social.

Comentários, especialmente aqueles que me desafiam, seriam fantásticos, mas nunca há nenhum. Gosto de discutir, mas algo na maneira como escrevo desencoraja as pessoas a comentar.

E para TaJLV e Jonathan: Acho que vocês não me entenderam. Eu realmente não me importo com curtidas. O que me interessa é saber que as pessoas leram o que escrevi. Não sei isso aqui, mas no WordPress eu sei.

Pelo menos no WordPress, vejo os acessos e o envolvimento por meio das estatísticas. Poucas pessoas comentam lá também, embora as que o fizeram, inclusive alguns cineastas, tenham sido gratificantes. O mais comum é ver que uma ou duas pessoas a cada duas semanas leem, leem e leem e permanecem no site, às vezes por horas. Elas estão em silêncio, mas estão lendo. Isso parece ser o melhor que posso esperar, e isso é satisfatório.

Steven Sheehan

Rick, o que descobri nos últimos anos em que estou aqui é que, para obter mais "curtidas" ou comentários, você precisa de uma seção saudável de seguidores. Algumas pessoas decidem aumentar esse número usando métodos um tanto cínicos, mas eu continuei fazendo o que amo, que é assistir a filmes e escrever sobre eles, e tenho a sorte de ter algumas pessoas me seguindo agora. No entanto, a curtição em massa aqui é um problema e, quanto mais cedo os proprietários resolverem essa questão, melhor para todos, para que possamos trabalhar em igualdade de condições.

Embora eu entenda o que você está dizendo sobre alguns dos comentários, eu diria que este é um mundo distante do Facebook no que diz respeito a comentários vazios. Há algumas pessoas que publicam comentários inúteis e vazios apenas na esperança de receber algo em troca, em vez de dar sentido ao que dizem. Por outro lado, uma das melhores coisas deste lugar é o respeito que você demonstra por todos os outros. Isso é uma raridade na Internet. Não acho que exista esse meio-termo que você procura, onde as pessoas discutem, discordam e respeitam isso. Ou você joga pelo seguro, como é o caso aqui, ou é um OTT, como no Twitter ou algo semelhante. Talvez você não seja desafiado o suficiente pelas pessoas, mas eu aposto que você tomou conhecimento de muitos filmes que nunca estiveram no seu radar. Acho que todo mundo diria o mesmo.

Por outro lado, semelhante ao que J disse sobre interação, você já desafiou muito as avaliações com as quais não concorda? Essa é uma maneira de desafiar e estimular a discussão. Você mesmo sabe que tem de ser uma coisa de mão dupla. [Nota do Rick: É claro que agora eu sei O que acontece quando eu discordar].

Rick Powell

Admito ter sido ingênuo em relação ao que é possível no Letterboxd e suponho que descobri alguns filmes dos quais talvez não tivesse ouvido falar de outra forma, embora tenha encontrado mais no Criticker por meio de seu mecanismo de recriação e um bilhão de vezes mais em um determinado site de compartilhamento de arquivos de cinéfilos, além de seguir um punhado de blogueiros em gêneros específicos, como artes marciais e também Jonathan Rosenbaum. Então, você tem muito mais descobertas no Letterboxd? Claro que não.

Eu já comentei. Em todos os casos, você se depara com o silêncio ou com um comentário defensivo. Isso pode ter muito a ver com meu próprio estilo ou tom, é claro.

Certamente, quero ser lido, mas quero que minha escrita, meu entendimento e minha apreciação do filme melhorem e se tornem mais ricos, e isso simplesmente não aconteceu aqui.

Mas continuo levantando uma questão que foi ignorada, e vou levantá-la novamente: não acho que você precise ser um estudioso de cinema ou um cinéfilo de carteirinha para ter algo valioso para escrever sobre sua reação a um filme. Por causa da cultura daqui, essa possibilidade é seriamente corrompida não apenas pela busca de curtidas e pela bajulação insípida, mas por pessoas que fingem ser algo que não são ? escritores publicados, críticos, estudiosos, acadêmicos, até mesmo pessoas comuns. O que há de errado em ser honesto em relação às suas reações, sejam elas de onde forem?

Assim, temos muitos textos pretensiosos e repetitivos, cheios de palavras que não significam nada, como transcendente, por exemplo, mas esse é apenas um exemplo entre centenas, ou palavras cujo significado as pessoas desconhecem, como direção e cenárioSó para citar duas, em vez de respostas e opiniões diretas. Para ser sincero, não leio mais resenhas porque, pelos trechos, posso saber que tipo de coisa vou ler antes de ler, e o quanto a pessoa que está escrevendo é cheia de merda.

Agradeço a você, seriamente, por responder a tudo isso. Vocês são muito mais tolerantes do que eu.

Steven Sheehan

É assim que você vê as coisas, então é justo. Acho que eu seria um desses escritores de estilo "acadêmico", mas nunca me senti à vontade para fazer isso de outra forma. Talvez isso se deva a inseguranças, falta de confiança ou ao fato de eu ter me encaixado em um modelo específico quando comecei a escrever sobre filmes há cinco anos, não sei. Mas certamente estou falando sério em cada palavra. Ao mesmo tempo, acho que há ótimos críticos pessoais e honestos aqui (Lise, Sally Jane BlackRembrandt Q Pumpernickel, para citar alguns). Talvez, como você disse, o silêncio se deva ao seu tom, não faço ideia. Respondo a todos porque o fato de alguém ter comentado, bem ou mal, sobre algo que escrevi significa algo para mim. Mas entendo de onde você está vindo. Talvez essa não seja a configuração certa para o que você precisa? De qualquer forma, parece que você está muito à frente de mim com essa conclusão.

Rick Powell

Eu não disse que não gostava de redação acadêmica, e não acho que a sua seja assim, apenas disse que não gosto de pessoas que escrevem como se fossem acadêmicos, quando não são.

Acho que as respostas individuais geralmente são tão valiosas, talvez até mais valiosas, do que as acadêmicas. Só que a maioria parece achar que precisa parecer "inteligente", seja lá o que isso signifique para eles e para quem estiver lendo, e, como resultado, obscurece suas respostas mais genuínas. A escolha de palavras nessas resenhas é um grande indício de quanta besteira eu vou ter... ah, foda-se, estou me repetindo.

>

Você quer mais filmes gays?

Fechar
Filmes gays completos gratuitos para download
PT