Galeria Post: Cola de Mano

Cola de Mano
Dirigido por Alberto Fuguet
1h 42min, Chile, 2018

Os efebófilos se alegram! Pelo menos 20 minutos desse longa-metragem chileno, visualmente impressionante, mas estruturalmente frouxo, foram feitos só para você... uh, nós!

O sonho adolescente de Borja, interpretado por Cristóbal Rodríguez Costabal, descobre as revistas pornográficas gays de seu irmão e percebe, depois de cheirar a sunga do irmão e vesti-la enquanto se masturba em frente a um espelho, que ele é tão gay quanto todos os outros homens de sua família.

Costabal tem ótimas coxas e incríveis peitos não depilados e não aparados e, se ele não tem 16 anos, o que certamente não é o caso, ele os usa muito bem para nos fazer acreditar que ele tem e, assim, ficarmos grudados na primeira hora do filme.

Em seguida, ocorre uma tragédia, Borja cresce e o filme deixa a casa da família fodida, enquanto espalha elementos de thrillers e slashers aqui e ali. Em geral, perdi o interesse.

Ainda assim, faço uma recomendação qualificada, principalmente pela direção sensível de um elenco competente e pelo estilo de filmagem engenhoso e cativante. Carmina Riego, como a mãe amarga, mas incisiva, dos irmãos, rouba a cena.

O San Francisco Bay Times tem uma reportagem sobre entrevista com o diretorr e o mesmo acontece com Notícias da cidade gay.

Saiba como fazer a bebida natalina chilena titular.

Você pode assistir Cola de Mono em Amazon Prime. #ComissõesGanhadas

Ou deixe um comentário e encontre o filme em minha extensa coleção.

>

Você quer mais filmes gays?

Fechar
Filmes gays completos gratuitos para download
PT